Quem é e o que faz a Embrião?

A Embrião é uma entidade localizada em Alvorada-RS, fundada em 25/12/2001, que realiza atividades no estado do Rio Grande do Sul com o projeto pedagógico: EducaAção EcoLógica com Xadrez nas Escolas. Já realizou oficinas em Alvorada, Balneário Pinhal, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Campo Bom, Candiota, Canguçu, Canoas, Dois Irmãos, Esteio, Gravataí, Guaíba, Harmonia, Nova Santa Rita, Parobé, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, São Leopoldo, Sapiranga e Viamão.

Em 2011, nos Jogos Nacionais do SESI - BA,
a ONG mostrou o projeto para empresários de todo o Brasil.

Tem como principal objetivo a educação ambiental de crianças e adolescentes e tem como ferramenta de trabalho o xadrez, incluindo assim de forma lúdica os seus alunos. A organização já foi reconhecida com prêmios como a Medalha João Saldanha (entregue à incentivadores de esportes); Reconhecimento Ambiental - Borboleta Azul (reconhecido pelo Governo do Estado através da Secretaria Estadual do Meio Ambiente) e, por seis anos consecutivos, a Medalha de Responsabilidade Social (Assembléia Legislativa).

Trabalha em parceria com outras instituições e organizações para promover a conscientização e a inclusão. Um dos frutos dessas parcerias foi a bicicleta adaptada, chamada ODKV. Ela foi desenvolvida para deficientes visuais com o intuito de proporcionar a eles a sensação de andar de bicicleta. Desenvolveu também bicicletas especiais para Cadeirantes e Muletantes.

Também recolhe pilhas, baterias e outros lixos tecnológicos, assim como óleo de cozinha usado.

Para mais informações entre em contato por um dos meios citados abaixo:
Telefones:(51)3483-2914 ou (51)9986-7734
E-mails: ongembriao@gmail.com
ou ongembriao2010@gmail.com

Pesquise por matérias:

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Hoje, no início da tarde, a ONG Embrião veio até a Faculdade São Marcos para recolher as pilhas e baterias e o óleo de cozinha usado que haviam sido armazenados nos últimos dias, desde o início da campanha "Educação no Meu Ambiente". O tonel onde haviam sido depositadas as garrafas com óleo usado e o Papa-Pilhas ficaram novamente vazios para receber mais resíduos.Além do Papa-Pilhas ficar cheio, mais 40 Kg de pilhas chegaram na São Marcos para serem enviadas para a Suzaquim em São Paulo, empresa que recicla materiais químicosNo último sábado, um empresário de Alvorada trouxe até a São Marcos 40 Kg de pilhas usadas, que ele estava recolhendo em seu estabelecimento, e que se somaram às pilhas recolhidas na Faculdade, para serem encaminhadas a São Paulo.Em parceria com a ONG Embrião, a Faculdade São Marcos atua na conscientização ambiental e o consumo consciente dentro dos espaços educacionais. Para tanto estão sendo distribuídos folhetos explicativos aos alunos da Escola e Faculdade, detalhando como proceder com o óleo de cozinha usado e as pilhas e baterias de celular usadas que, se jogados no lixo comum, contaminam o solo. Josué da Aguiar da ONGEmbrião recebe os resíduos da Faculdade através do setor de comunicação (Angélica Kebach - RP da Instituição) e encaminha para o local apropriadoO óleo tem muitas utilidades, indo da produção do biodiesel à de sabão ou de rações para animais. Ele não deve ser jogado fora de forma incorreta para não ser desperdiçado nem poluir o meio ambiente. Quando vai parar nos lixões ou em aterros, o óleo dificulta o tratamento e aumenta o nível de poluição. Quando dribla as tubulações e encontra os rios ou lençóis freáticos, o óleo contamina os recursos hídricos e coloca em risco a saúde da população.
Na próxima quinta-feira, o professor Josué, da Embrião, virá novamente à Faculdade para palestrar aos alunos da disciplina de Filosofia Aplicada à Administração. O professor da disciplina, Edson Schirmer, estendeu o convite ao ambientalista porque considera muito importante a participação da ONG que, com sua experiência em questões ambientais, pode oferecer uma importante contribuição na inserção de conteúdos relacionados à sustentabilidade e à preservação do meio ambiente nas disciplinas do curso de Administração.

Nenhum comentário: