Quem é e o que faz a Embrião?

A Embrião é uma entidade localizada em Alvorada-RS, fundada em 25/12/2001, que realiza atividades no estado do Rio Grande do Sul com o projeto pedagógico: EducaAção EcoLógica com Xadrez nas Escolas. Já realizou oficinas em Alvorada, Balneário Pinhal, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Campo Bom, Candiota, Canguçu, Canoas, Dois Irmãos, Esteio, Gravataí, Guaíba, Harmonia, Nova Santa Rita, Parobé, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, São Leopoldo, Sapiranga e Viamão.

Em 2011, nos Jogos Nacionais do SESI - BA,
a ONG mostrou o projeto para empresários de todo o Brasil.

Tem como principal objetivo a educação ambiental de crianças e adolescentes e tem como ferramenta de trabalho o xadrez, incluindo assim de forma lúdica os seus alunos. A organização já foi reconhecida com prêmios como a Medalha João Saldanha (entregue à incentivadores de esportes); Reconhecimento Ambiental - Borboleta Azul (reconhecido pelo Governo do Estado através da Secretaria Estadual do Meio Ambiente) e, por seis anos consecutivos, a Medalha de Responsabilidade Social (Assembléia Legislativa).

Trabalha em parceria com outras instituições e organizações para promover a conscientização e a inclusão. Um dos frutos dessas parcerias foi a bicicleta adaptada, chamada ODKV. Ela foi desenvolvida para deficientes visuais com o intuito de proporcionar a eles a sensação de andar de bicicleta. Desenvolveu também bicicletas especiais para Cadeirantes e Muletantes.

Também recolhe pilhas, baterias e outros lixos tecnológicos, assim como óleo de cozinha usado.

Para mais informações entre em contato por um dos meios citados abaixo:
Telefones:(51)3483-2914 ou (51)9986-7734
E-mails: ongembriao@gmail.com
ou ongembriao2010@gmail.com

Pesquise por matérias:

segunda-feira, 29 de março de 2010

Foi um sucesso a primeira etapa do Circuito Ecologico com Xadrez nas Escolas, com a participação da Ong Vemos com as Mãos, das Escolas João Goulart e Cleo dos Santos.
A Ong Vemos com as Mãos, responsável pela organização do 1º Campeonato Estadual de Xadrez para Deficientes Visuais, que acontecerá em junho de 2010,  representada pela sua presidenta e Enxadrista Bruna Schatschineider participou com a maioria do seu grupo e falou que: “A convivência através do jogo de xadrez pode mostrar para sociedade, que podemos aprender  de forma divertida e harmoniosa com as pessoas e a natureza” “A questão de não ver, não impede que possamos contribuir com ações sociais voltadas para a valorização do ser humano” Vemos através do tabuleiro adptado de xadrez que todos temos as mesmas regras”..
Foram arrecadas 630 pilhas usadas e 26 litros de óleo de cozinha
A proxima etapa do Circuito será no dia 11/04/2010, na Escola Municipal Cleo dos Santos na Vila São Pedro.
O Circuito, com patrocinio da Xalingo Bringuedos tem apoio da Prefeitura Municipal e da Fundergs..
Categorias

Deficientes Visuais
Masculino
1º Allan Torete
1º  Vinicius
3º Vanilson


Feminino
1º Gislaine de Oliveira Figueredo
2º Andressa Figueredo
3º Bruna Schatschineider
4º Paola Tavaveres
5º Perla da Silva Azevedo


SUB 10
Rafael Castro RibeiroCamila da Silva, David da Silva Ebreu, Caroline de Lima

SUB 12
Marcos Vinicius 3, Yuri Silva 3, Anderson da Silva 2,5, João Guilherme 2.5, Douglas Daniel 2, Wesley Bonzanini 2, Enzo Bonzanini  2, Gabriel Castro Ribeiro 1.

SUB 14
Richard Moreira 3,5, Eliezer da Silva de Carvalho 3, Gabriel Passos 3, Jonatan Bianchini 3, Alairton Douglas Mendes 2, Bryan Brito Fraga 1,5

SUB 16
Guilherme Silveira 3,5, Jessika Thais Moreira 2,5, Filipe Cunha Pereira 3, Aline Andrea Rodrigues 1, Guilherme Silva Borba 3,5

SUB 18
Natanael Noronha,5

ABSOLUTO
Leonardo Pereira 4, Robson Tariga 4, Thiago Baldo Couto 4, Marconi Bernardes 4, Adriano Maia 3,5, Willian Silveira 3,5, Pablo Diego 3, Tiago Lucascheski 3, Rui Rebelo 2,5

VETERANO 
Roberto Portela 4



Um comentário:

Anônimo disse...

Gostaria de saber porque as questões ambientais estão paradas em Alvorada. Vocês ocupam vaga no conselho do meio ambiente? Não vejo nenhuma ong da cidade opinar sobre o lixo, a lagoa do Cocão e muitas outras irregularidades que a prefeitura comete. Ouvi dizer que deram dinheiro para algumas ongs ficarem quietas. É verdade?
Silvia Costa
Professora