Quem é e o que faz a Embrião?

A Embrião é uma entidade localizada em Alvorada-RS, fundada em 25/12/2001, que realiza atividades no estado do Rio Grande do Sul com o projeto pedagógico: EducaAção EcoLógica com Xadrez nas Escolas. Já realizou oficinas em Alvorada, Balneário Pinhal, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Campo Bom, Candiota, Canguçu, Canoas, Dois Irmãos, Esteio, Gravataí, Guaíba, Harmonia, Nova Santa Rita, Parobé, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, São Leopoldo, Sapiranga e Viamão.

Em 2011, nos Jogos Nacionais do SESI - BA,
a ONG mostrou o projeto para empresários de todo o Brasil.

Tem como principal objetivo a educação ambiental de crianças e adolescentes e tem como ferramenta de trabalho o xadrez, incluindo assim de forma lúdica os seus alunos. A organização já foi reconhecida com prêmios como a Medalha João Saldanha (entregue à incentivadores de esportes); Reconhecimento Ambiental - Borboleta Azul (reconhecido pelo Governo do Estado através da Secretaria Estadual do Meio Ambiente) e, por seis anos consecutivos, a Medalha de Responsabilidade Social (Assembléia Legislativa).

Trabalha em parceria com outras instituições e organizações para promover a conscientização e a inclusão. Um dos frutos dessas parcerias foi a bicicleta adaptada, chamada ODKV. Ela foi desenvolvida para deficientes visuais com o intuito de proporcionar a eles a sensação de andar de bicicleta. Desenvolveu também bicicletas especiais para Cadeirantes e Muletantes.

Também recolhe pilhas, baterias e outros lixos tecnológicos, assim como óleo de cozinha usado.

Para mais informações entre em contato por um dos meios citados abaixo:
Telefones:(51)3483-2914 ou (51)9986-7734
E-mails: ongembriao@gmail.com
ou ongembriao2010@gmail.com

Pesquise por matérias:

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Jardim vertical, sustentável em hastes e no meio ambiente (feitos de garrafas pet embutidas e suspensas).
A proposta é trabalhar a questão ambiental de forma lúdica, com uma Introdução da fundamentação da Educação Ambiental, bem como a formação de multiplicadores das ações do projeto na respectiva comunidade; levando em conta, fundamentalmente o aproveitamento integral dos alimentos sem produtos químicos, reciclagem de resíduos sólidos e recolhimento de óleo de cozinha. As pessoas que trabalham nas escola são parceiras, gostam de trabalhar com plantas, algumas veem como terapia e aromático.
Dia 13/11/, na Escola Cecília Meireles foi feito só com flores, com as turmas da Professora Ana (1º Ano), Jurema (4º Ano) e Professor Marcio (6º Ano). Depois de assistirem o documentário "Oceano Plastico" e conversarem sobre a questão do plástico no mundo, o que podemos fazer ?  partiram para ação de plantar as mudas de flores.
A comunidade gostou e ficou de multiplicar estas ações.
Algumas sugestões nas disciplinas:
Matemática:  Calcular a quandidade de água absorvida pelas plantas nas 4 estações do ano; 
Artes: explorar as diversas formas de fazer outros trabalho com pet; 
História: trabalhar a questão da origem do plástico, quais paises utilizam sacolas plásticas. As origens das plantas. De onde veio o eucalipto. ? 
Geografia: abordar a localização de diversas plantas (Macela  é aqui do sul); 
Educação Física: Regar as plantas, estimular os musculos, capinar, mexer a terra do minhocário;
Portugues: Escrever um Relatório sobre o horto escolar. Fazer um Blog com acompanhamento da Professora, fazer uma faixa sobre o horto na escola, fazer um bilhete escrito a mão para cada morador, esplicando sobre o projeto.
Acreditamos que essa atividade extra curricular  contribuirá na educação.